2019
ago
08
Divulgação
Geral

Professores da UCB participam de Júri do Prêmio Dom Hélder Câmara

Parceria entre a Conferência dos Bispos do Brasil e a Católica acontece desde 2016

Professores, estudantes e egressos do curso de Jornalismo e da pós-graduação em Comunicação participaram da comissão julgadora de um dos prêmios de comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) – Dom Hélder Câmara de Imprensa – destinado às melhores reportagens publicadas em jornais e revistas.

A professora Eliane Muniz, que integrou o comitê organizador do Prêmio, afirmou que se trata de uma parceria realizada desde 2016. “Esta é a quarta vez que participamos do júri do prêmio Dom Hélder Câmara de Imprensa. É uma alegria e uma honra atuar junto à CNBB neste propósito de valorizar reportagens que prezam pela dignidade humana.”

Neste ano, a comissão julgadora foi composta pelos docentes Alan Santos, Eliane Muniz, Renata Giraldi e Robson Dias. Também participaram os alunos egressos da pós-graduação e graduação Carlos Roberto Gomes, Marina Sabioni, Lorena Braga e Marina Brauna.

Concorrência

O grupo analisou o total de 48 matérias e fez uma triagem das reportagens, escolhendo três finalistas de cada categoria – jornal e revista – que foram enviados à Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, encarregada de escolher a matéria vencedora.

A professora Renata Giraldi disse que foi uma experiência enriquecedora, sobretudo, pela qualidade dos trabalhos apresentados. “Fiquei impressionada com as pautas, a apuração e os textos apresentados. Um nível altíssimo, inclusive nos deixando em dúvida sobre as menções.”

Para a egressa do curso de Jornalismo Lorena Braga foi um desafio fazer parte da comissão julgadora do prêmio Dom Hélder Câmara de Imprensa. “Deparei-me com reportagens muito boas, com temas sociais relevantes e que merecem o prêmio, porém nossa avaliação tem que ser criteriosa no que concerne à construção de um trabalho jornalístico.”

Recorde

Esta foi a 52º edição dos Prêmios de Comunicação da CNBB, que bateu recorde de inscritos em todas as categorias. O evento ocorre anualmente com o intuito de os bispos conhecerem os trabalhos que dão importância a valores humanos e cristãos em diversas áreas da comunicação: rádio, cinema, imprensa, internet e televisão.

A entrega dos prêmios foi transmitida pelas emissoras católicas de televisão na última semana de julho.

Abaixo a lista dos vencedores de cada categoria, divulgada no site da CNBB:

PRÊMIO DE IMPRENSA – “Dom Hélder Câmara”

– Categoria Jornal

Título: “A SAGA DOS MORADORES DE RUA EM SÃO PAULO POR UM COPO D’ÁGUA” – BBC Brasil – Felipe de Souza Silva

– Categoria Revista

Título: “AMAZÔNIA EM APUROS” – Revista Época/ Rio de Janeiro (RJ) – Hudson Corrêa

– Menção honrosa: Vinícius Sassine

PRÊMIO DE CINEMA – “Margarida de Prata”

– Categoria longa-metragem

Título: “O VOO DA PRIMAVERA” – Essá Filmes- Goiânia (GO) – Dagmar Olmo Talga

– Categoria curta-metragem

Título: “BAIXA FUNDA, O DESTINO DE UM POVO”-  Instituto Marlim Azul – Vitória (ES) – Marcello Sannyos

– Menção honrosa:  Wagner Moura 

PRÊMIO DE INTERNET – “Dom Luciano Mendes de Almeida”

– Categoria Portal, sites e blogs

Título: “O GIRO DA PERIFERIA” – webdocumentário sobre empreendedorismo nas periferias/ São Paulo (SP) – Miréia Aparecida da Silva Lima

– Categoria Iniciativas em Redes Sociais

Título: “A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NÃO É FAKE NEWS” – Rádio Agência Senado/ Brasília (DF) – Hunald Vale do Nascimento

– Categoria Aplicativos

Título: “SOU CATEQUISTA” – Agência Minha Paróquia/ São Paulo (SP) – Jacqueline Cristina Souza

– Menção honrosa: Iara e Eduardo Xavier – Caçadores de bons exemplos

PRÊMIO DE TV – “Clara de Assis”

– Categoria Reportagem

Título: “RELATÓRIOS SECRETOS DA CIA MOSTRAM QUE EPISCOPADO BRASILEIRO SE TORNOU PRINCIPAL VOZ EM DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS DURANTE DITADURA”-  Globo News / Brasília (DF) – Gerson Camarotti

– Categoria Documentário

Título: “O PODER DA (DES)INFORMAÇÃO” – TV Brasil EBC/Brasília (DF) – Graciely Bittencourt Machado. A equipe foi representada na premiação pela jornalista Cíntia Vargas

– Menção honrosa: Ricardo Boechat (in memorian) – homenagem entregue à esposa do jornalista, Veruska Boechat

PRÊMIO DE RÁDIO – “Microfone de Prata”

– Categoria Jornalístico

Título: “NATAL – COMO SE FOSSE O PRIMEIRO” – Rádio Band News FM / São Paulo (SP) – Maiara Bastianello

– Categoria Religioso

Título: “NELSINHO PARA TODOS!” – Rádio Aparecida – Carolina Serra Barboza de Faria Reis

– Categoria Entretenimento

Título: “RÁDIO – A VOZ DA EMOÇÃO” – Rádio Aparecida – Marcelo Pacífico Duarte. Recebeu o prêmio o diretor geral da Rádio Aparecida, padre Inácio Medeiros

– Menção honrosa: Milton Jung

Prêmios

Além do Dom Hélder Câmara de Imprensa, a CNBB organiza os prêmios Margarida de Prata, que existe desde a década de 1960, destinado a filmes e documentários; Clara de Assis, a programas de televisão; Microfone de Prata, a programas de rádio; Dom Luciano Mendes de Almeida, a portais, sites, blogs, mídias sociais e aplicativos.

Assim como a UCB, também integram as comissões julgadoras desses prêmios professores e estudantes da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, da Universidade Católica de Salvador e profissionais da Rede Católica de Rádio.

Texto de Yasmin Gurgel sob supervisão do professor Leandro Bessa 

Publicado por Rodrigo Eneas

Notícias Recentes

21 agosto 2019
UCB acolhe estudantes do Câmpus Sobradinho
16 agosto 2019
Estudantes da UCB participam do Pet-Saúde no CEF do Areal
15 agosto 2019
Medicina da UCB comemora 18 anos