Comissões e comitês institucionais

Comissão de ética no uso de animais (CEUA/UCB)

A pesquisa científica, desde a pesquisa básica até a pesquisa translacional e pré-clínica, conta com a utilização de animais, que são imprescindíveis para o desenvolvimento das ciências biológicas e ciências da saúde, sendo de grande relevância para a saúde humana e animal. Para a continuidade do progresso dessas áreas é fundamental a experimentação animal, uma vez que ainda não há disponíveis muitos sistemas alternativos que permitam a substituição completa dos animais. Da mesma forma, várias práticas didáticas precisam incluir animais para transmitir o conhecimento de forma prática aos alunos.

Criada em 2011, a Comissão de Ética no Uso de Animais da UCB (CEUA/UCB) objetiva garantir que a utilização de animais nesta instituição, com finalidade de ensino e pesquisa, seja feita de acordo com a legislação brasileira e os preceitos éticos vigentes.

Desta forma, toda pesquisa que envolve animais deve ser submetida à análise prévia da CEUA/UCB, para deliberação e aprovação. No site da CEUA/UCB, pesquisadores, docentes, alunos e a comunidade em geral irão encontrar textos informativos, além de documentos oficiais da Comissão para consulta.

Por fim, esperamos que este site traga informações relevantes, de forma a aproximar a Comissão dos pesquisadores, docentes e da comunidade em geral.

Contato

Telefone: 61 3356-9492
E-mail: ceua@ucb.br
Coordenador: Prof. Dr. Robert Pogue

Comitê de Ética em Pesquisa (CEP/UCB)

É uma instância colegiada de abrangência institucional, que tem como finalidade, acompanhar os projetos de pesquisa e garantir a integridade e a dignidade do sujeito da pesquisa que envolva seres humanos. O Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da UCB encontra-se em pleno funcionamento, recebendo os projetos da comunidade universitária.

Composto por doze membros tem a função de analisar os projetos de pesquisa que envolva direta ou indiretamente seres humanos. O CEP atua no sentido de colaborar com o pesquisador para que sua pesquisa se revista de um caráter ético, resguardando os sujeitos direta ou indiretamente afetados por ela. Cabe ressaltar que não apenas projetos com intervenção direta, como os da área médica, devem ser submetidos ao CEP. Projetos cuja realização dependa de um questionário aplicado para um determinado grupo, também devem ser submetidos ao CEP, uma vez que os aspectos os avaliados não se restringem ao plano dos danos físicos, mas também aos possíveis danos morais.

Lembramos que a aprovação do projeto no CEP tem três benefícios visíveis ao proponente. Em primeiro lugar, o seu projeto terá sido avaliado por um conjunto de professores, análises essa que, longe de ser policialesca, pretende auxiliar o proponente na discussão dos aspectos éticos envolvidos, o que certamente diminuirá em muito o risco de problemas futuros.

Em segundo lugar, ao aprovar o projeto, o CEP passa a ser corresponsável pelos aspectos éticos do projeto, desde que o mesmo siga o protocolo apresentado e as recomendações feitas.

E em terceiro lugar, esses projetos são registrados na CONEP. Cada vez mais revistas científicas estão solicitando esse protocolo de aceite por um CEP ao receberem um artigo para publicação. Assim, um excelente trabalho que não tenha essa chancela pode encontrar dificuldades para ser publicado.

Contato

Telefone: 61 3356-9492
E-mail: cep@ucb.br
Coordenador: Profa. Dra. Cintia Mascarenhas