2022
dez
09
Congresso

UCB marca presença no primeiro CONGEPS

Este ano foi realizado o primeiro Congresso de Gestão da Previdência Social (CONGEPS) entre os dias 16, 17 e 18 de novembro. O evento aconteceu nos formatos presencial e online com participação gratuita a partir da organização do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) e do  Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Desta vez, o CONGEPS foi sediado em Brasília, no Instituto Serzedello Corrêa. O encontro visava tratar das temáticas voltadas para a  previdência social na prestação de serviços. 

Nessa primeira atuação do CONGEPS é em celebração aos 100 anos da Previdência Social, comemorado no dia 24 de janeiro de 2023. Para contemplar esse marco, a organização contou com conferências, palestras e mesas redondas para discutir novas práticas para otimizar a prestação de serviços na área da previdência social. Foram convidados várias entidades nacionais e internacionais. 

A Universidade Católica de Brasília (UCB) foi uma das convidadas a participar da CONGEPS com a presença dos docentes: doutores em economia Carlos Enrique Carrasco Gutierrez e Carlos Charris, professores do Programa de Pós-Graduação Profissional em Políticas Públicas e Economia da UCB; e a doutora em Educação Luiza Beth Alonso, docente no Programa de Mestrado em Governança, Tecnologia e Inovação. Os docentes foram os intermediadores durante as conferências nos três dias do congresso a fim de gerir os debates a respeito dos desafios da previdência social na América Latina; a qualidade de vida e as implicações para o futuro e as reformas da previdência e os programas sociais.

O professor Carlos Carrasco, relatou que a universidade deve estar presente em eventos como este. “Quando eu fui convidado como mediador, eu não hesitei em momento nenhum, (…) temos que levar ideias e artigos científicos”. Carlos  ainda acredita que eventos como estes são o ponto de partida para a melhoria na prestação de serviços na previdência social, pois “é possível aprender com as experiências de outros países e aplicar ao sistema nacional”.

O congresso foi dividido em três eixos temáticos, facilitando o desenvolvimento do debate sobre a melhoria na prestação de serviços públicos. O primeiro eixo tinha como foco o cidadão e visava acompanhar a modernidade no trabalho e o segundo abordou os serviços e a busca por uma boa organização interna institucional. Por último, mas não menos importante, a discussão sobre a gestão de pessoas que procuram se adequar às novas transformações no trabalho. 

Além da UCB e as frentes da Previdência Social, o CONGEPS teve como parceiros o Tribunal de Contas da União (TCU), a Fundação Nacional de Arte (Funarte) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) através de suas escolas de músicas. No caso, foram a mestre Martinha do Coco, Encantaria das Matas e Capivara Brass Band.

Imagem: Divulgação

Por Olfato – Agência Júnior de Jornalismo e Comunicação

Publicado por Lorenna Kuroda