2019
dez
03
Foto: Faiara Assis
Institucional

UCB firma parceria com o Parque Tecnológico de Brasília

O objetivo é estabelecer a cooperação comum entre as instituições, por meio de ações para execução conjunta de programas e o intercâmbio

A Universidade Católica de Brasília (UCB) e a diretoria-executiva da BIOTIC S/A assinaram, na manhã desta terça-feira, 3 de dezembro, um acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento conjunto de programas/projetos e o intercâmbio em assuntos educacionais, científicos e tecnológicos.

Estiveram presentes na cerimônia de assinatura o Magnífico Reitor da UCB, Prof. Dr. Ir. Jardelino Menegat, o pró-reitor Acadêmico da UCB, Prof. Dr. Daniel Rey de Carvalho e o diretor de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação da BIOTIC, Leonardo Socha Rondeau Reisman, além do presidente da Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito federal (FAPDF), Alessandro França Dantas; professores da UCB, integrantes da área de tecnologia do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e representantes e proprietários de Startups de Brasília.

Foto: Faiara Assis

O objeto da parceria entre a UCB e a BIOTIC é estabelecer as condições necessárias para a cooperação comum entre as instituições, por meio do princípio de reciprocidade de ações para execução conjunta de programas/projetos e o intercâmbio em assuntos educacionais, científicos e tecnológicos no desenvolvimento do Parque Tecnológico de Brasília. A colaboração contempla associar as ações do Programa de Biotecnologia, como contribuição da UCB no complexo BIOTIC, no sentido de destacar a pesquisa como potencialização do parque.

Segundo o Magnífico Reitor, um dos grandes legados desse acordo de cooperação é somar forças e fazer do Distrito Federal um polo de inovação do Brasil. “Cada um contribuindo com o que tem de melhor. Assim ganha o Parque Tecnológico e ganha a Universidade Católica de Brasília. Dessa forma, ganham Brasília e o Brasil. Esperamos que esta parceria fortaleça o princípio de reciprocidade de ações para execução conjunta de programas, de projetos e o intercâmbio de assuntos educacionais, científicos e tecnológicos para o desenvolvimento do BIOTIC e da UCB”, disse o Ir. Jardelino Menegat.

Foto: Faiara Assis

O Magnífico Reitor destacou que a Universidade poderá contribuir com profissionais altamente capacitados para a pesquisa, particularmente com o Programa de Biotecnologia e o BIOTEC poderá contribuir com a infraestrutura necessária para o desenvolvimento da ciência e da pesquisa.

Já o diretor Leonardo Reisman destacou a presença da Universidade para a construção de novos produtos, nossos recursos. “Esse processo de parceria já está sendo gestada há algum tempo, e hoje é a concretização desse passo. É um desafio e uma honra para a BIOTIC ter a Universidade Católica de Brasília como parceira. Nós precisamos fazer essa ligação entre a pesquisa e o desenvolvimento, que já é feito na Universidade, e os negócios de mercado, por isso temos trabalhado aqui no Parque com as modelagens necessárias para que consigamos fazer essa transferência, o que é prática comum em países há muito tempo. São soluções gestadas em laboratórios e em linha de pesquisa e isso se transforma em produtos, gerando muitos recursos, seja para a Universidade, seja para os pesquisadores e criadores”, disse Reisman.

Após a solenidade, as Startups da UCB (participantes do programa de pré-aceleração do Startup Católica) e as Startups da BIOTIC apresentaram seus modelos de negócios em forma de Pitch para os convidados do evento.

A BIOTIC é uma subsidiária integral da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) criada para a implantação do Parque Tecnológico de Brasília (BIOTIC), com o objetivo de cuidar da gestão, controle e estruturação do empreendimento. A viabilização do negócio envolve desde operações financeiras e imobiliárias de ocupação do espaço à realização de prospecção de novos negócios que sejam condizentes com a finalidade do desenvolvimento sustentável do Distrito Federal. Após a consolidação do Parque Tecnológico, o objetivo é abrir o capital da subsidiária e transferir o seu controle para a iniciativa privada.

Publicado por Rodrigo Eneas

Notícias Recentes

07 abril 2020
A importância da tecnologia em tempos de Coronavírus
06 abril 2020
Crianças em casa. Como entretê-las durante a quarentena?
03 abril 2020
Comunicado Oficial – 03/04