2019
nov
29
Exposição

Arte contra a violência doméstica

Mostra de arte na UCB quer mostrar e conscientizar a comunidade acadêmica sobre a violência cotidiana contra a mulher

Vários artistas e estudantes, dos diversos cursos da Universidade Católica de Brasília (UCB), participarão de uma mostra de arte (pinturas, esculturas, fotografia, poemas, cartas, etc.) no hall do Bloco Central, do dia 2 a 6 de dezembro. O tema da mostra será a violência doméstica contra as mulheres.

Essa ação é coordenada pelo Projeto SIM – Serviço de Atendimento Integral às Mulheres em situação de conflito doméstico e familiar, da UCB, e faz parte da campanha global: “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência de Gênero”, que é uma mobilização da sociedade civil e é apoiada pela campanha do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) “Una-se pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”. Essa campanha tem como objetivo sensibilizar o ativismo e compartilhar conhecimento e inovação para prevenir e eliminar a violência contra mulheres e meninas em todo o mundo.

Governos, sociedade civil, escolas, universidades, empresas, associações esportivas e as pessoas individualmente manifestam solidariedade às vítimas, às ativistas, aos movimentos de mulheres e às defensoras dos direitos humanos das mulheres para pôr fim à violência contra mulheres e meninas.

Projeto SIM

O Projeto SIM é resultado de uma parceria entre o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), do curso de Direito, com os cursos de Psicologia da UCB. Outros cursos da UCB estão também vinculados ao Projeto SIM, de acordo com a demanda apresentada pela mulher e sua família (Odontologia- Projeto: Apolônias do Bem, Biomedicina – Projeto: Um Novo Olhar, Nutrição, Gastronomia – Projeto: Gastronomia para Todos, entre outros.).  O principal objetivo do Projeto é oferecer um serviço de atendimento integral (multi e interdisciplinar) às mulheres em situação de violência doméstica e familiar, com foco na prevenção, orientação jurídica, acolhimento, orientação e intervenção psicossocial. Trata-se de um projeto de caráter extensionista, que visa oferecer aos/às estudantes da Universidade Católica de Brasília uma ação multidisciplinar, integrada às seguintes áreas do conhecimento: Direito, Saúde, Assistência Social e Segurança Pública.

De acordo com a Prof. Heloisa Maria de Vivo Marques, coordenadora do projeto SIM e organizadora da mostra de arte, “é muito importante mobilizarmos toda a sociedade pelo fim da violência contra as mulheres, que gera impactos enormes. Podemos ter uma Lei maravilhosa, que é a Lei Maria da Penha, podemos ter políticas públicas de combate à violência de gênero, mas se não trabalharmos as questões culturais (machismo e patriarcado) não vamos conseguir mudar muita coisa. A exposição é justamente para trazer as pessoas à reflexão”, disse.

Além da exposição, o Projeto SIM também está organizando a campanha Laço Branco, dentro dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência de gênero. Trata-se de uma campanha mundial, que teve início nos anos de 1990, após um homem ter entrado em uma sala de aula no Canadá e começado a atirar contra estudantes dizendo que elas não poderiam cursar engenharia e que odiava as feministas. Após isso, suicidou-se. O crime resultou na morte de 14 meninas e motivou um grupo de homens canadenses a realizar a campanha do Laço Branco, com o objetivo sensibilizar, envolver e mobilizar os homens no combate à desigualdade e à violência de gênero. O lema do movimento era: “jamais cometer um ato violento contra as mulheres e não fechar os olhos frente a essa violência”. No Brasil, o lançamento oficial da Campanha foi realizado em 2001.

Publicado por Rodrigo Eneas

Notícias Recentes

03 dezembro 2019
UCB firma parceria com o Parque Tecnológico de Brasília
27 novembro 2019
Curso de Relações Internacionais promove lançamento de livro
26 novembro 2019
Professor recebe título da Academia Brasileira de Odontologia